1 de abr. de 2020

Aprendizado da quarentena

Oi...

Hoje começa o meu mês, no ano que completei uma década que deixei o cerrado pela mata atlântica, no ano que nem chegou a metade e definitivamente já está garantido nos livros de história.

Estou em casa desde o dia 20 de março de 2020, vivendo a quarentena na cidade mais agitada do país. Quem diria que eu veria essa cidade, que tem engarrafamento até de gente nos túneis da transferência da linha amarela para linha verde do metrô, parada.

Ao longo desses 11 dias que se passaram pensei em muitas teorias afim de entender o que estamos vivendo, mas sinceramente não tenho nada como definitivo, o que posso dizer é que vinha passando com certa estabilidade emocional, já que pra mim atualmente não é um problema passar meu tempo em casa. Porém, esses dois últimos dias senti um pouco mais o peso desses dias, que pra mim estão longe de serem de reclusão, acredito que são um descanso forçado e necessário.
Imagem: Pandoca Design/Lívia