14 de dez de 2017

Não desfoque

O intuito desse espaço é ser um lugar para falar de sentimentos e reflexões com sinceridade, então nada mais correto do que começar contando que comecei esse texto na última segunda-feira, com a intenção de terminá-lo antes do dia da postagem, hoje, mas me distraí com os afazeres do dia a dia e do trabalho não o fiz.

E afinal do que é o texto?

Minha meta é falar de foco, por isso mesmo que sejam 23h59 esse texto sairá hoje, pois me propus a publicar todas as terças e quintas e hoje é dia de estar aqui, mantendo o foco.

Imagem: reprodução

Posso dizer com certeza e conhecimento de causa que foco é algo difícil de encontrar, de manter e de perseguir todos os dias, porque para cada sonho, meta e objetivo traçado sempre haverá milhões de situações externas que parecem projetadas para desviar nossa atenção.

Mas há maneiras de torná-lo mais acessível, porque fácil te digo que ele nunca será. Uma das formas é fazer o que precisa ser feito, na hora que deve ser feito (aprendi isso com alguém muito importante já um bom tempo e bons ensinamentos são para a vida toda) e na hora que vem a vontade e principalmente quando há inspiração para fazer.

Seja estudar para concurso, escrever num blog, gravar um vídeo, começar um novo livro, testar uma receita diferente, iniciar a procura ou mesmo um novo trabalho... Se a inspiração e as ideias vierem para fazê-lo, pare o que estiver te impedindo e faça!

Isso irá gerar em você a satisfação de dever cumprido e para que aquilo torne-se um hábito e te oferece os resultados que você espera sempre que for necessário executar novamente aquela tarefa/função lembre-se da satisfação que sentiu quando concluiu pela primeira vez e isso lhe trará motivação.

E é exatamente por isso que estou aqui escrevendo às 22h48 depois de um dia de trabalho, muito cansada, porque sei como me sinto realizada ao me manter focada em alcançar as metas que propus em nome de um objetivo maior. 

Beijos, Sther! ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário