1 de abr. de 2020

Aprendizado da quarentena

Oi...

Hoje começa o meu mês, no ano que completei uma década que deixei o cerrado pela mata atlântica, no ano que nem chegou a metade e definitivamente já está garantido nos livros de história.

Estou em casa desde o dia 20 de março de 2020, vivendo a quarentena na cidade mais agitada do país. Quem diria que eu veria essa cidade, que tem engarrafamento até de gente nos túneis da transferência da linha amarela para linha verde do metrô, parada.

Ao longo desses 11 dias que se passaram pensei em muitas teorias afim de entender o que estamos vivendo, mas sinceramente não tenho nada como definitivo, o que posso dizer é que vinha passando com certa estabilidade emocional, já que pra mim atualmente não é um problema passar meu tempo em casa. Porém, esses dois últimos dias senti um pouco mais o peso desses dias, que pra mim estão longe de serem de reclusão, acredito que são um descanso forçado e necessário.
Imagem: Pandoca Design/Lívia

1 de set. de 2019

Motivação da Semana: Não é Tarde!

Domingo na metade e a semana já começou, e não vem com essa de que só começa na segunda, porque o primeiro dia é hoje, então como tua semana começou?

O dia está bom independente do clima lá fora, ele tá bom aí dentro de você?

Aproveitou  a companhia das pessoas que são importantes pra você (e deixo a pergunta, você sabe que realmente é importante pra você?)?

Já começou a semana trabalhando em pleno domingo?
Agradeceu por ter um trabalho que sustenta as coisas que são essenciais na sua vida?

Mas poxa vida você não faz o que gostaria, ou não está trabalhando, ou não tem as pessoas que gostaria por perto, ou está num momento da vida que nada parece ter sentido, tudo está fora do lugar, você praticamente esqueceu do que é sonhar e vislumbrar um belo sonho de futuro dos sonhos?

E aí te digo algo que a voz motivadora dentro de mim me disse aos berros, "você pode! Você só precisa sentar e fazer. Você é totalmente capaz de ir até onde você quiser, mas reparou a quantidade de vezes que a palavra você apareceu nessa conversa? Isso porque a responsabilidade é sua então faça!". Sendo assim estou aqui.

Tanto tempo sem escrever por aqui, fiquei com vergonha de voltar.
Tanto tempo sem exercer a prática da escrita, estou com medo dos erros que podem aparecer, em um mundo que não é mais permitido errar.
Tanto tempo sem ler blogs que me perguntei será que alguém ainda lê?

Ainda sim resolvi sentar, ligar o computador empoeirado mesmo e escrever. Mas escrever o que? Não sei, o que brotar naturalmente, organicamente e na forma mais bruta dos meus sentimentos e pensamentos.

Não há um tema, porque só precisava de coragem para reaparecer aqui, primeiramente com sentimento porque é disso que esse espaço é feito de sentimento. E muito provavelmente a minha ausência por tanto tempo se deve ao fato de que passei mais tempo falando de sentimento do que refletindo sobre eles e agora tenho a necessidade de refletir para compreender. Então pela enésima vez voltei, sinceramente espero que para permanecer por um longo tempo.

Setembro começou e as oportunidades recomeçam novamente! Vamos em frente!

Até breve!

15 de jan. de 2018

Tudo começando de novo

O ano começou no calendário há 15 dias, a primeira segunda-feira útil foi a passada, mas aqui está começando hoje!

Por motivos de? Tive dias mega corridos me preparando para O MEU início de ano, que é HOJE!!!

Mesmo nos feriados, os dias por aqui foram uma correria, por isso faltei com as publicações das duas ultimas semana do ano, o que me ensinou a me programar e deixar a inspiração fluir e o conteúdo pronto com antecedência se eu realmente quiser fazer daqui um hábito.

Imagem: Stephanie dos Santos